RMC

Como o transporte de cargas influencia diretamente na reputação da sua empresa

O que aconteceria, então, se a carga atrasasse ou tivesse problemas nos procedimentos? Consequentemente, você perderia a confiança do cliente e perderia negócios. Por isso é tão importante analisar algumas questões antes de assinar o contrato, como: custo-benefício, frota, tecnologias oferecidas e, claro, a reputação da empresa.


30/10/2019

Escolher uma empresa parceira para fazer o transporte de carga pode ser um grande desafio, afinal, essa escolha vai refletir na reputação da sua empresa. Imagine a seguinte situação: seu cliente tem urgência na entrega de uma carga e, diante disso, sua empresa acorda um prazo com ele e ainda garante segurança na entrega, tudo sem complicação – algo que qualquer cliente espera.

O que aconteceria, então, se a carga atrasasse ou tivesse problemas nos procedimentos? Consequentemente, você perderia a confiança do cliente e perderia negócios. Por isso é tão importante analisar algumas questões antes de assinar o contrato, como:  custo-benefício, frota, tecnologias oferecidas e, claro, a reputação da empresa.

Nesse último quesito, você pode pesquisar empresas do segmento de entregas para avaliar a melhor opção. Busque saber mais sobre o negócio, como ele é visto no mercado e se atua com ética. Acompanhe a performance da empresa através de indicadores, como os Indicadores-Chave de Desempenho, que correspondem a valores quantitativos (números ou porcentagens) que permitem entender melhor a qualidade do serviço prestado.

Alguns exemplos de indicadores para acompanhar:

  • Tempo de carga e descarga;
  • Taxa de giro do caminhão (o KPI mede o tempo médio entre a chegada do veículo e a sua saída);
  • Incidência de avarias;
  • Percentual de entregas ou coletas realizadas no prazo;
  • Pedido perfeito (percentual de pedidos entregues no prazo negociado, sem avarias e sem problemas com documentação fiscal);
  • Aproveitamento da capacidade de carga útil do caminhão (percentual que mede a utilização da capacidade de carga do veículo);
  • Tempo do ciclo de logística reversa (taxa que mede o tempo decorrido entre a identificação do material como parte do fluxo reverso e o seu devido encaminhamento para estocagem, troca, conserto, descarte);
  • Custo de transporte como % das vendas (o KPI analisa a participação dos custos totais de transportes sobre a receita de vendas da organização).


Após fechar uma parceria, a imagem do seu negócio estará associada à imagem da transportadora, por isso é fundamental fazer uma boa escolha, evitando que prejudique a reputação da sua empresa.

Veja
também

Chegou a hora de transportar a sua encomenda e você não sabe qual transportadora escolher? As questões que são levadas em conta normalmente são prazo e preço, mas há outros detalhes que também devem entrar no seu radar.

A carga aérea é uma das modalidades de transporte que está sempre em alta, seja pelas maiores distâncias alcançadas ou pela agilidade. É recomendada especialmente para produtos de maior valor, encomendas que demandam urgência ou volumes pequenos.

A logística de transporte faz parte de um conjunto de estratégias da empresa, afinal, é essencial para a construção de uma imagem positiva, além de contribuir para a fidelização de clientes.


Cadastre-se e receba novidades do mundo dos transportes no seu e-mail.